Archive for dezembro \12\UTC 2007

“Just Nothing But Good”

12 de dezembro de 2007

Essa está quentinha: a Media Storm publicou ontem seu novo projeto. Ninth Floor, de Jessica Dimmock trata de viciados em drogas que se aglomeravam no nono andar de um prédio na 5ª avenida, em Nova Iorque. Ela acompanhou três pessoas, depois de despejados: Jessie e o casal Dionn e Rachel, que tiveram a pequena Matilda.

ninth.jpg

Como os outros áudio Slides Shows que Brian Storm produziu, esse também é muito interessante. O trabalho de Jessica Dimmock é obsessivo. Ficou três anos neste projeto. Em boa parte do trabalho, ela é invisível aos fotografados.
A seqüência de imagens assim e a trilha sonora fazem desse trabalho documental um grande reality show. Não sei onde está o limite da reportagem e da auto-exposição – naquelas condições, os personagens também não saberiam. É como o A Caminho de Guantánamo, invertido.
Mas talvez seja só uma impressão pessoal…

quantovalemeutempo.blog

11 de dezembro de 2007

Não fui o único ausente em blogs nos últimos tempos. Dificuldades desta época do ano que mais parece uma reta final de 1.000 metros. Revistas fechando suas edições antecipadamente, empresas fechando seus balanços com festas e o comércio anunciando para vender.
Gostaria de estar em algum destes grupos, de produtores ou consumidores – principalmente neste segundo – , mas nem o blog consigo atualizar nos últimos tempos. Confesso, acho que foi melhor assim, porque o motivo foi realmente falta do que dizer.

Não que sempre haja algo que se aproveite neste blog, mas também, convenhamos, com boa vontade, ele busca seus objetivos. Nem por isso deixo de repensar sua existência e quando li a chamada para a coluna de Guilherme Maranhão sobre a finalidade de certos blogs, no Fotosite, pensei que ele ia lascar o pau em cima de iniciativas como esta, bissexta e algumas vezes vaga. Seu artigo foi um “toque” suave, para minha felicidade e a de outros autores que são, na verdade, muito mais enroladores do que eu.

É muito fácil fazer um blog, com todas as ferramentas à disposição a um custo muito baixo ou nenhum. Todo mundo faz – até o Wanderley Luxemburgo tem o seu. Difícil talvez seja lhe dar qualidade e personalidade, com bons assuntos e questionamentos que interessem. Também há sua função vigilante, ética, que pode ser polêmica mas necessária em nosso mercado com poucas regras e limites exemplares. Gosto destas idéias.
Afinal, o que é que a gente procura em um blog?

Fotografia e blogs são muito parecidos, senão, experimente trocar a palavra “blog” por “foto” no parágrafo anterior.
Separando a troça da realidade, se temos tempo suficiente para navegar tanto e ver o que os outros fazem, talvez fiquemos sem tempo para criar nosso próprio projeto pessoal.
O tempo gasto pelos copiadores do texto de Guilherme não deve ser tão valioso. Poderiam estar desenvolvendo sua própria linguagem, que deve ter a sua originalidade, sem bem vasculhada. Para descobri-la, leva tempo. Para fazer um trabalho fotográfico, leva tempo. Para se fazer um bom blog também se leva tempo.

Será que vale a pena ver tanta coisa assim?