Reservem o Maracanã

firmo2.jpg

A Imã Foto Galeria promove no próximo dia 3 de Março (segunda-feira), a partir das 19:30 h, duas aulas gratuitas de fotografia com Walter Firmo. Na verdade são aulas inaugurais de dois cursos que Firmo ministra: Universo da Cor e Fábrica de Idéias. Mais detalhes, no site da Galeria.

Bem, este é o lide, a informação principal. Para quem não conhece o trabalho de Walter Firmo (o que acho possível, mas desolador), ele está distribuído por toda a fotografia brasileira. Até diretor do Instituto Nacional de Fotografia, da FUNARTE, ele foi.

Suas fotos nos inspiram há anos, mais precisamente, há 51 anos. Seu primeiro trabalho foi, como teste, operar um filme pb com a fotometragem correta (sem fotômetro), mas acabou fazendo fotos tão boas que foi contratado pelo jornal Última Hora. A partir daí Firmo mergulhou no imaginário brasileiro sem se restringir ao jornalismo – e sobre isso afirma, “não sou fotógrafo dos fatos; busco outra notícia através da estética da imagem”.

firmo1.jpg

Fez isso nas fitas coloridas de Dona Ivone Lara, com a pose de Pixinguinha, com as cores que misturou, nos rostos que conheceu. Criou algumas das referências que nos empenhamos hoje em reproduzir, como o trem na estação de Mangueira, sua escola de coração, lotado de baianas indo para o desfile na Marquês de Sapucaí.

Dar aulas não é novidade em seu currículo (o que é importante saber nos dias de hoje). Lá pelos anos 80 criou o princípio de seus cursos no inquietante titulo de A Descolonização do Olhar, junto a outro mestre, Antônio Augusto Fontes. O carioca de São Cristóvão e o paraibano Fontes não se conformavam com a padronização que a fotografia brasileira absorvia de fora e queriam estimular o nosso olhar criativo.

Aos que achavam que a luz dos trópicos era muito dura, fazia sombra e não era boa para a tabela da Kodak, outro grande fotógrafo, David Zing (americano de nascimento, brasileiríssimo como a Bossa Nova) dizia, “você precisa é acordar mais cedo”. Fontes e Firmo completavam: essa é a nossa luz, mude de tabela.

 firmo3.jpg   fotos de Walter Firmo, capturadas com autorização da galeria

Ter a chance de conviver com Walter Firmo é um privilégio, como entrar no universo da fotografia pelo caminho do pote de ouro. Além disso, é um ser raro ao nosso redor; quase em extinção. Na fotografia brasileira, ele cria.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: