Terceiro Tempo

Hoje encontrei Janaína, com quem trabalhei na editora Globo. Está casada com Alberto, com quem trabalhei no Estadão. Estão cuidando de uma loja de antiguidades na Avenida São João. Mas Janaína usa o tempo que lhe sobra para cuidar também de outros velhos assuntos, que é a memória de seu pai, Tito Batini, socialista e militante do PCB nos áureos tempos em que o partidão conquistava eleitores e seguidores pelo país pós Estado Novo.

Ela me aconselhou: publique isso tudo que você faz em um blog. Ótima ideia, até porque, assim como ela, também tenho memórias de outros para serem lembradas. Não tenho um antiquário para cuidar. Meu plano é vender biscoito Globo e mate com limão de bicicleta.

Portanto, mais uma vida a esse blog.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: